FONTES FEB

  • Coletânea

Livro de Francisco Ruas Santos:  este ex-combatente relacionou diversas fontes para o estudo da FEB, in: “RUAS SANTOS, Francisco: Fontes para a História da FEB (ensaio). Rio de Janeiro, Biblioteca de Exército, 1958". Dada a dificuldade em se acessar tal obra, trechos dela encontram-se transcritos neste site com o devido crédito. Não acessível via internet.

Para verificar em quais unidades do Exército tal obra pode ser encontrada, click  

  • Documentos Oficiais


Arquivo Histórico do Exército e outras unidades do Exército: segundo Ruas Santos (1958, p. 81), o Boletim do Exército nº 11, de 1947, publicou, nas páginas 610 e 611, o destino dos arquivos das diversas unidades da FEB. Alguns deles ficaram com as próprias unidades ou com as que as sucederam; outros, com a Comissão Encarregada de Organizar o Arquivo do QG da FEB e da 1ª DIE; e outros mais foram recolhidos ao Arquivo Histórico do Exército. O arquivo do Posto de Ligação de Nápoles achava-se extraviado. Portanto, a consulta ao referido Boletim, que pode ser encontrado no AHEx e em outras unidades do Exército, é essencial quando se desejar saber a distribuição de documentos da FEB pelos arquivos oficiais.

Acesse o AHEx click

Superior Tribunal Militar: processos judiciais concernentes à FEB. Em processo de digitalização. Alguns disponíveis via internet.

Acesse o STM click

 

The Center for Research Libraries: relatórios de ministros de estado e mensagens presidenciais/governadores. Há diversas referências sobre a participação do Brasil na II Guerra Mundial, entre as quais às do ministro das Relações Internacionais. Disponíveis via internet. 

Acesse click

Arquivo Histórico do Itamaraty: documentação relativa a questões de diplomacia e política externa. Não acessíveis pela internet.

Acesse o Itamaraty click


National Archives (Estados Unidos): documentação sobre a FEB e relações entre o Brasil e os Estados Unidos. 

Acesse o National Archives click

National Archives (Grã-Bretanha): documentação sobre a FEB.

Acesse o National Archives click

  • Periódicos 


Biblioteca Nacional: jornais e outros veículos de comunicação em que constam reportagens, entrevistas, artigos e outras publicações sobre a FEB. Disponíveis via internet.

Acesse  click


Arquivo Público do Estado de São Paulo: Idem.

 Acesse click


Arquivo Histórico do Exército: As revistas “A Defesa Nacional” e “Nação Armada” possuem diversos artigos sobre a participação brasileira e ensinamentos da guerra, muitos escritos por ex-combatentes. Ruas Santos (1958) relacionou parte delas e de outros periódicos, consulte-as (pdf) click  Não acessíveis pela internet. 

Acesse o AHEx  click    

 

Bibliotecas:  obras que reúnem periódicos ou publicações relativas à FEB:

- Livro: "MORAES, Roberto Mascarenhas de (org.). O Cruzeiro do Sul: coleção completa do Órgão Especial da FEB na Itália - 34 edições. 2. ed. Rio de Janeiro: Léo Christiano Editorial; Biblioteca do Exército, 2011."

Livro: "O BRASIL na II Guerra Mundial. Rio de Janeiro: Agência Globo. (O Globo Expedicionário)". 

Disponível para assinantes em click 

     

  • Acervos de documentação pessoais


Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil: documentação privada de Oswaldo Cordeiro de Farias, Pedro Aurélio de Góis Monteiro, Eurico Gaspar Dutra, Getúlio Vargas, Nelson de Mello, Nero Moura, Oswaldo Aranha, entre outros. Não acessível pela internet.

Acesse o CPDOC click

  • Memórias 

 

Bibliotecas: há muitas publicadas em livros. Mais de uma centena foram registradas em   “HISTÓRIA Oral do Exército na Segunda Guerra Mundial. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 2001”. Outras vinte em “DEPOIMENTOS de oficiais da reserva sobre a F.E.B. 3. ed. Rio de Janeiro: Cobraci, 1950”. Dezenas delas encontram-se relacionadas em click  e  click.

Localize as que se encontram em bibliotecas de unidades do Exército click

  • Veículos de combate, fardamentos, armamentos e materiais.

Centros de preservação de memória: podem ser encontrados originais e réplicas no Museu do Expedicionário (Curitiba), Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana (Rio de Janeiro), Monumento Nacional aos Mortos na Segunda Guerra Mundial (Rio de Janeiro), Museu Militar do Comando Militar do Sul (Porto Alegre), Museu Conde de Linhares (Rio de Janeiro), Academia Militar das Agulhas Negras (Resende), Museu Capitão Plínio Pitaluga (Valença), Museu da Força Expedicionária Brasileira (Belo Horizonte) e salas de exposições de associações de veteranos e de diversas unidades do Exército.

Acesse o Museu do Expedicionário (Curitiba) click Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana click Museu do Comando Militar do Sul click Academia Militar das Agulhas Negras click Museu da Força Expedicionária Brasileira (Belo Horizonte) click Museu Pitaluga click

 

 

 

 

 


 

Conhece outras?  Algum equívoco?  Entre em contato...  click